Servidora é afastada por ministro para viajar para festival de chocolate em Lisboa

em Orçamento | 16.03.2017

A servidora Andrea Barradas Carneiro Pedreira foi afastada pelo ministro da Integração Nacional, Helder Barbalho, para participar da 15ª Edição do Festival Internacional de Chocolate de Óbidos, realizado em Lisboa, Portugal. Pedreira foi afastada com ônus limitado, ou seja, não teve direitos a passagens ou diárias, mas não foi descontada na remuneração e benefícios do cargo.

A servidora é ocupante do cargo de Coordenadora Geral do Escritório de Representação em Brasília da Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste (Sudene). Apesar do festival acontecer entre os dias 10 de março a 02 de abril de 2017, de acordo com o Ministério da Integração, Pedreira vai se ausentar “apenas no período de 15 a 19 de março e não durante toda a realização do evento”.

A Pasta ainda explicou que a cessão da funcionária, lotada no escritório da Sudene, em Brasília, foi uma demanda do governo da Bahia, que custeou integralmente as despesas da servidora. Em ofício encaminhado ao ministro da Integração pelo superintendente da Sudene, Marcelo José Almeida das Neves, disse que a servidora foi convidada para compor a comitiva do Governo do Estado da Bahia para o festival.

Segundo o site do evento, ocorrerá uma exposição de fotografias sobre o cacau do Brasil denominada “Cacau da Bahia-BR”. O estande mostrará desde a produção do cacau na na Amazónia e na Bahia, e exposição de artefactos utilizados na produção do cacau, amêndoas, frutos e derivados, bem como material explicativo sobre essa cultura e a sua relação com o bom chocolate. “Exposição e comercialização de chocolates de origem do Brasil, com alto teor de cacau”, diz site.

Cabe ressaltar, que o servidor que faz viagens dos tipos com ônus limitado ficará obrigado, dentro do prazo de 30 dias, contado da data do término do afastamento do País, a apresentar relatório circunstanciado das atividades exercidas no exterior.

Neste ano, o tema da festa portuguesa é “Festival de Chocolate, uma coletânea para Ouvir, Conhecer e Provar!”. De acordo com o site do evento, o chocolate se apresenta em gulosas criações que surpreendem e aguçam o paladar para inéditas experiências. “Novos sentidos se despertam perante ingredientes inusitados e insólitas peças, compondo uma melodia de sabores que se fundem para oferecer a melhor de todas as ementas”, diz o site.

O custo para entrar no festival é de 6 euros para adultos e 3 euros para crianças menores de 12 anos. Se forem compostos grupos de mais de 15 pessoas, o valor individual passa para 5 euros, mediante marcação e pagamento antecipado com a organização do evento. O festival funciona entre as 11h e 20h.

O Festival conta com esculturas de chocolate, que também serão feitas ao vivo, serigrafias de chocolate e olaria em chocolate. Os participantes ainda contarão com atividades como workshop de bombom, family cokking (espaço onde as famílias podem partilhar experiências culinárias) e Chocodisco, uma discoteca ao ritmo da música, onda a família poderá divertir-se enquanto bebe um chocolate quente ou um batido fresquinho.